Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2007

Na noite de homenagem aos nomeados, os Oscars foram mesmo para… Martin Scorsese!!!

 

 

 

 

 

Na noite de homenagem aos nomeados, os Oscars foram mesmo para… The Departed – Entre Inimigos! Desta vez os "guerreiros nus" não fugiram a Martin Scorsese que levou os de Melhor Filme e de Realização, e era o mais incrédulo ao fim da noite!

 

Acabou a cerimónia, e como era de esperar os prémios foram muito divididos. Tal já estava mais ou menos patente nas nomeações, com a quase totalidade dos actores a não serem nomeados pelos filmes colocados na luta pela melhor película.

E no rescaldo de uma bela festa, primeiro que tudo há que destacar toda a beleza e glamour, em especial de todas as actrizes, bem visível na tradicional passagem pelo tapete vermelho.

Depois todo o cenário no Kodak Theatre,  muito sóbrio, mas imponente, digno do grande momento que se viveu!

O número de abertura como sempre deslumbrou, mas desta vez pela simplicidade. Num ano em que muito justamente se homenagearam os nomeados, Ellen DeGeneres conquistou logo a plateia e a mim também pelo dinamismo, pela criatividade, pela simpatia, pela inteligência sem baixar o nível. Em todo o espectáculo foi notório o destaque aos presentes na plateia, com aparições surpresa da anfitriã entre eles.

Com muita sobriedade, esta foi a melhor cerimónia dos últimos anos, e em muito se deveu a Ellen que demonstrou saber bem a linguagem da televisão e do espectáculo e deu sempre espaço aos mais importantes: os nomeados e a gente do mundo do cinema!

Foi bonito assistir a James Taylor, Melissa Etheridge, Beyoncé e Jennifer Hudson  a cantarem ao vivo.

 

Al Gore também esteve presente, com um divertido “momento verde” com Leonardo DiCaprio, e a defender o documentário “Uma Verdade Inconveniente” (que iria conquistar o Óscar) sobre o aquecimento global. Ele foi mesmo alvo de grande destaque, não sendo de estranhar o facto, dado o momento negativo que atravessa George Bush na opinião pública americana.

 

Um dos grandes momentos da noite foi desenhado por Ellen Degeneres na plateia. Ela, teve simplesmente a ousadia de solicitar a Spielberg que lhe tirasse uma foto com Clint Eastwood! Desconcertante e divertido.

 

Com alguma surpresa, dado não ser o maior favorito, “Entre Inimigos” venceu o título de Melhor Filme e derrotou “Babel”.

Martin Scorsese obteve finalmente o Óscar para Melhor Realizador, por “Entre Inimigos”, no seu filme de maior sucesso de público e critica. E até nem ele parecia acreditar, pedindo para confirmar o nome no envelope! Scorsese foi ovacionado por toda a plateia de pé, confirmando o seu grande papel na história do cinema, tendo já realizado muitos grandes filmes e formado fabulosos actores, veja-se o crescimento de Leonardo DiCaprio nos últimos anos! Este filme levou também para casa os prémio de argumento adaptado, como aliás era esperado de um remake de um filme de Hong Kong, “Internal Affairs”, e o de Montagem.

 

Forest Whitaker venceu na categoria de Melhor Actor, no papel de ditador do Uganda, no filme “O Último Rei da Escócia”, em mais um papel cheio de alma e força. O seu discurso foi o mais intenso da noite.

 

 

O prémio mais anunciado foi entregue a Helen Mirren, pelo seu fabuloso desempenho como Rainha Isabel II de Inglaterra. Com um mérito indiscutível esta senhora actriz coleccionou todos os prémios de interpretação e fez-nos meditar e compreender melhor a vivência no Palácio de Buckingham e admirar uma mulher que atravessou décadas, com momentos muito difíceis na vida do país, e a ter sempre que assumir e dar a cara. E é notável como Helen Mirren faz-nos sentir esse papel na pele!

 

Entre os vencedores, surpresa na vitória de Alan Arkin (Actor Secundário), pois não havia ganho algum troféu este ano. Mas, cá entre nós, fiquei muito feliz com este prémio, primeiro pelo filme (“Little Miss Sunshine” é um grande obra, simples e que se vale de grandes desempenhos, de todos os seus actores), e depois Alan Arkin tem sido um actor discreto, excelente, com uma carreira já longa e mereceu este reconhecimento.

O prémio para Argumento Original foi para este pequeno filme, com toda a justiça pela sua história única e excelentes diálogos que tornam o filme “leve”, divertido, mas a transmitir o que pretende e a fazer-nos refectir sobre o grande valor da família.

Jennifer Hudson ganhou como actriz secundária, a premiar a grande força de vontade de uma actriz/cantora rejeitada alguns anos atrás.

 

Um dos grandes vencedores da noite, foi também um derrotado. “O Labirinto do Fauno” foi surpreendido pelo alemão “As Vidas dos Outros” na categoria de Melhor Filme Estrangeiro. Assim, o premiado filme europeu do ano sobre as investigações da polícia politica no tempo da RDA bateu a fantasia de Guilllermo Del Toro, que ganhou os seus prémios nas categorias mais técnicas.

 

Outra surpresa foi a derrota de “Carros” ao ser premiada “Happy Feet”, uma história de pinguins cantores e com outros dons, com uma mensagem ecológica muito forte bem integrada na musicalidade do filme. Esta mensagem também foi vinculada pelo documentário vencedor: “Uma Verdade Inconveniente”.

 

Um dos momentos altos da noite, foi a entrega do Óscar honorário a Ennio Morricone, “mestre” compositor italiano que já compôs mais de 500 bandas sonoras para filmes. Justo, e mais que merecido este prémio a um grande compositor, talvez ao lado de John Williams, que ainda não havia sido premiado.

De resto normalidade quase total, com os favoritos a vencerem. Foi assim a distribuição dos Oscars:

 

 

Filme: “The Departed – Entre Inimigos”

Realizador: Martin Scorsese (“The Departed – Entre Inimigos”)

Actor Principal: Forest Whitaker (“The Last King Of Scotland – O Último Rei da Escócia”)

Actriz Principal: Helen Mirren (“A Rainha”)

Actor Secundário: Alan Arkin (“Little Miss Sunshine – Uma Família à Beira de Um Ataque de Nervos”)

Actriz Secundária: Jennifer Hudson (“Dreamgirls”)

Argumento Original: “Little Miss Sunshine – Uma Família à Beira de Um Ataque de Nervos”

Argumento Adaptado: “The Departed – Entre Inimigos”

Animação: “Happy Feet”

Filme Estrangeiro: “Das Leben Der Anderen - As Vidas dos Outros” (Alemanha)

Fotografia: “O Labirinto do Fauno”

Montagem: “The Departed – Entre Inimigos”

Direcção Artística: “O Labirinto do Fauno”

Guarda-Roupa: “Marie Antoinette”

Banda Sonora Original: Gustavo Santaolalla (“Babel”)
Canção Original: “I Need to Wake Up” (“An Inconvenient Truth – Uma Verdade Inconveniente”)

Caracterização: “O Labirinto do Fauno”

Som: “Dreamgirls”

Efeitos Sonoros: “Letters From Iwo Jima”

Efeitos Visuais: “Piratas das Caraíbas: O Cofre do Homem Morto”

Documentário Longa Metragem: “An Inconvenient Truth – Uma Verdade Inconveniente”

Documentário Curta Metragem: “The Blood of Yingzhou District”

Curta Metragem de Animação: “The Danish Poet”

Curta Metragem de Ficção: West Bank Story”

 

Seria muito interessante poder ver em Portugal a curta metragem de ficção vencedora. “West Bank Story” é um musical com uma história entre israelistas e palestenianos, sobre a paz e a esperança. A ver concerteza, ainda mais quando foi realizado nos Estados Unidos.

 

Assim, nas contas finais tivemos a seguinte distribuição

 

4 Oscars:

“The Departed – Entre Inimigos”

3 Oscars :

“O Labirinto do Fauno” (grande vitória para este filme mexicano, mesmo derrotado como Filme Estrangeiro)

2 Oscars: 

“Little Miss Sunshine – Uma Família à Beira de Um Ataque de Nervos”

“Dreamgirls                

“Uma Verdade Inconveniente”

1 Oscar:

“O Último Rei da Escócia”

“A Rainha”

“Happy Feet”

“As Vidas dos Outros”

“Babel”

“Marie Antoinette”

“Cartas de Iwo Jima ”

 “Piratas das Caraíbas : O Cofre do Homem Morto”

 

 Bom inicio de semana!

 

publicado por docasnasasasdodesejo às 05:32
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Taken - Busca Implacável

. Vemo-nos

. Family Guy

. 7 Maravilhas de origem po...

. Top CINEMA 2010

. O filme desilusão do ano ...

. Um novo dia!

. Novas formas de cativar e...

. E Madaíl porque não saiu ...

. O som para uma boa semana

.arquivos

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Contador

Casino Europa
video poker casinos

.subscrever feeds