Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2007

Dia especial

 

 

Olá amigos, Bom Dia!

Hoje ao rever algumas das minhas fotos "estacionei" nesta, que a considero muito especial. Foi numa tentativa de ser rápido e de apanhar um momento, mas de nada serviu. Todavia, gostei muito da foto, pela abstração, pela cor, pelo efeito, pela dinâmica e hoje decidi torná-la pública.

Aproveito também este dia em que decidi falar de coisas boas e belas, para falar deste blog. Quando o iniciei surgiu por desejo, mas também por haver amigos que me impeliram a mostrar essencialmente as muitas fotos que tenho, e colocar as minhas ideias e opiniões ao serviço e em partilha. Achei que ia ter muita dificuldade em mantê-lo e actualizá-lo...e continuo a achar. Há dias que apetece escrever "testamentos", outros quase nada. Mas dia após dia, esforço-me por ser fiel a este pequeno compromisso. E isto devo-o a todos vós.

Porque este blog tem sido um elo de ligação com muitos amigos, muitos deles até que estão distantes. Por outro lado tenho recebido muito feedback, muitas opiniões, dizem-me isto ou aquilo, gostam da foto, dizem-me que concordam ou não, acrescentariam isto ou aquilo... e com isso também me sinto mais próximo. O caminho faz-se ao andar, mas tem sido muito pela vossa amizade que tenho dado de mim neste meu/vosso espaço.

Por isso, e depois de voltar a olhar para esta foto que para mim representa a vida na sua dinâmica, na sua rapidez, nos seus momentos, na sua cor, na sua beleza, decidi fazer deste dia um dia especial e agradecer-vos a todos por estarem na minha vida.  Obrigado por me fazerem feliz. OBRIGADO! Façam o favor de ser felizes!

 

 

publicado por docasnasasasdodesejo às 07:41
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2007

A hora do rescaldo

Photo Credit: Douglas Hill

 

 

Photo Credit: Douglas Hill

 

 

Photo Credit: Douglas Hill

No rescaldo da noite dos Oscars, é tempo de festejos para quem ganhou e seguir em frente, pois a vida são mesmo dois dias.. Acima estão as fotos do local que todos anseiam pisar neste dia, o Kodak Theatre.

Relativamente à Cerimónia, analisada mais friamente, foi das melhores dos últimos tempos, com uma anfitriã notável, a imprimir ritmo, sobriedade e leveza, deixando espaço ao que era mesmo importante: os nomeados.

Não deixou de fazer as suas críticas, lançar as suas "bocas" como a de que "sem os negros, judeus e gays não existiam Oscars", dado que também Ellen DeGeneres é uma lésbica assumida. Foram também fantásticos os momentos com Martin Scorsese, a lhe oferecer um guião, e com Clint Eastwood, ao solicitar a Steven Spielberg que lhes tirasse uma foto. Deu-se ao luxo até de pegar num aspirador em plena sala.

A noite comprovou a cada vez maior internacionalização/globalização dos Oscars, com uma presença maciça de latinos (em especial mexicanos e espanhois), britânicos, asiáticos, e alguns africanos.

Relativamente aos prémios efectivos, a noite foi mesmo de Martin Scorsese. Ovacionado de pé, recebeu o tão almejado Oscar de realização, e venceu por "Entre Inimigos" e ao fim e ao cabo, por toda uma brilhante carreira, em que tem sido um dos "mestres" do cinema americano. Scorsese radiante, como uma criança que recebeu o doce que tanto desejava, aproveitou para brincar e pedir para verificar se era mesmo o nome dele que estava escrito no cartão. E tão boa foi a noite, que acabou por vencer como Melhor Filme, mesmo apesar de ser um remake de um filme de Hong Kong, "Internal Affairs". Mas não há que tirar mérito ao seu filme, efectivamente uma grande obra, com um fantástico elenco.

A noite foi também, como se esperava, de Helen Mirren, que ganhou todos os prémios de interpretação deste ano, e homenageou a própria Rainha Isabel II. Forest Whitaker, Jennifer Hudson não foram surpresas e mesmo Alan Arkin mereceu o prémio de actor secundário, num filme simpático, mas maduro e intenso : "Uma Família à Beira de Um Ataque de Nervos". O filme mexicano "O Labirinto do Fauno" venceu três Oscars, mas não levou o de melhor Filme Estrangeiro, entregue ao "As Vidas dos Outros" da Alemanha.

A mensagem ecológica teve muita força noite dentro, com a presença, muito aplaudida de Al Gore, que com Leonardo DiCaprio promoveram um "momento verde", e o documentário por ele patrocinado, "Uma Verdade Inconveniente" venceu na sua categoria e na de melhor canção. Aliado a isto, o filme de animação premiado foi "Happy Feet", sobre os pinguins, e também ele muito ecológico.

Muito mais haveria por dizer, como por exemplo, a mera indumentária...estavam todos lindos. Veja-se por exemplo Nicole Kidman...um esplendor!

Agora fecham-se as urnas (pelo menos estas..) e é tempo de disfrutar de mais um grande ano de cinema!

Façam o favor de ser felizes!

 

 

 

publicado por docasnasasasdodesejo às 00:45
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

Um pouco de glamour

A fim de relaxar um pouco ,decidi mostrar algumas das fotos tiradas na grande noite dos Oscars às estrelas de Hollywood. Apreciem:

 

Ellen DeGeneres

Helen Mirren A rainha Helen Mirren e o marido

Penelope Cruz Penélope Cruz

Cate Blanchett    Cate Blanchett

Nicole Kidman Nicole Kidman esplendorosa

Ryan Gosling Ryan Gosling bem acompanhado

Abigail Breslin Abigail Breslin

Jennifer Lopez Jennifer Lopez

Meryl Streep Meryl Streep com um modelo Prada

Clive Owen Clive Owen

Jodie Foster Jodie Foster

Daniel Craig O novo 007, Daniel Craig, acompanhado

Will Smith Will Smith e o filho

Maggie Gyllenhaal  Maggie Gyllenhaal

Gwyneth Paltrow Gwyneth Paltrow

Cameron Diaz Cameron Diaz

E a consciência ambiental também ganhou!

 

 

 

publicado por docasnasasasdodesejo às 00:02
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2007

Na noite de homenagem aos nomeados, os Oscars foram mesmo para… Martin Scorsese!!!

 

 

 

 

 

Na noite de homenagem aos nomeados, os Oscars foram mesmo para… The Departed – Entre Inimigos! Desta vez os "guerreiros nus" não fugiram a Martin Scorsese que levou os de Melhor Filme e de Realização, e era o mais incrédulo ao fim da noite!

 

Acabou a cerimónia, e como era de esperar os prémios foram muito divididos. Tal já estava mais ou menos patente nas nomeações, com a quase totalidade dos actores a não serem nomeados pelos filmes colocados na luta pela melhor película.

E no rescaldo de uma bela festa, primeiro que tudo há que destacar toda a beleza e glamour, em especial de todas as actrizes, bem visível na tradicional passagem pelo tapete vermelho.

Depois todo o cenário no Kodak Theatre,  muito sóbrio, mas imponente, digno do grande momento que se viveu!

O número de abertura como sempre deslumbrou, mas desta vez pela simplicidade. Num ano em que muito justamente se homenagearam os nomeados, Ellen DeGeneres conquistou logo a plateia e a mim também pelo dinamismo, pela criatividade, pela simpatia, pela inteligência sem baixar o nível. Em todo o espectáculo foi notório o destaque aos presentes na plateia, com aparições surpresa da anfitriã entre eles.

Com muita sobriedade, esta foi a melhor cerimónia dos últimos anos, e em muito se deveu a Ellen que demonstrou saber bem a linguagem da televisão e do espectáculo e deu sempre espaço aos mais importantes: os nomeados e a gente do mundo do cinema!

Foi bonito assistir a James Taylor, Melissa Etheridge, Beyoncé e Jennifer Hudson  a cantarem ao vivo.

 

Al Gore também esteve presente, com um divertido “momento verde” com Leonardo DiCaprio, e a defender o documentário “Uma Verdade Inconveniente” (que iria conquistar o Óscar) sobre o aquecimento global. Ele foi mesmo alvo de grande destaque, não sendo de estranhar o facto, dado o momento negativo que atravessa George Bush na opinião pública americana.

 

Um dos grandes momentos da noite foi desenhado por Ellen Degeneres na plateia. Ela, teve simplesmente a ousadia de solicitar a Spielberg que lhe tirasse uma foto com Clint Eastwood! Desconcertante e divertido.

 

Com alguma surpresa, dado não ser o maior favorito, “Entre Inimigos” venceu o título de Melhor Filme e derrotou “Babel”.

Martin Scorsese obteve finalmente o Óscar para Melhor Realizador, por “Entre Inimigos”, no seu filme de maior sucesso de público e critica. E até nem ele parecia acreditar, pedindo para confirmar o nome no envelope! Scorsese foi ovacionado por toda a plateia de pé, confirmando o seu grande papel na história do cinema, tendo já realizado muitos grandes filmes e formado fabulosos actores, veja-se o crescimento de Leonardo DiCaprio nos últimos anos! Este filme levou também para casa os prémio de argumento adaptado, como aliás era esperado de um remake de um filme de Hong Kong, “Internal Affairs”, e o de Montagem.

 

Forest Whitaker venceu na categoria de Melhor Actor, no papel de ditador do Uganda, no filme “O Último Rei da Escócia”, em mais um papel cheio de alma e força. O seu discurso foi o mais intenso da noite.

 

 

O prémio mais anunciado foi entregue a Helen Mirren, pelo seu fabuloso desempenho como Rainha Isabel II de Inglaterra. Com um mérito indiscutível esta senhora actriz coleccionou todos os prémios de interpretação e fez-nos meditar e compreender melhor a vivência no Palácio de Buckingham e admirar uma mulher que atravessou décadas, com momentos muito difíceis na vida do país, e a ter sempre que assumir e dar a cara. E é notável como Helen Mirren faz-nos sentir esse papel na pele!

 

Entre os vencedores, surpresa na vitória de Alan Arkin (Actor Secundário), pois não havia ganho algum troféu este ano. Mas, cá entre nós, fiquei muito feliz com este prémio, primeiro pelo filme (“Little Miss Sunshine” é um grande obra, simples e que se vale de grandes desempenhos, de todos os seus actores), e depois Alan Arkin tem sido um actor discreto, excelente, com uma carreira já longa e mereceu este reconhecimento.

O prémio para Argumento Original foi para este pequeno filme, com toda a justiça pela sua história única e excelentes diálogos que tornam o filme “leve”, divertido, mas a transmitir o que pretende e a fazer-nos refectir sobre o grande valor da família.

Jennifer Hudson ganhou como actriz secundária, a premiar a grande força de vontade de uma actriz/cantora rejeitada alguns anos atrás.

 

Um dos grandes vencedores da noite, foi também um derrotado. “O Labirinto do Fauno” foi surpreendido pelo alemão “As Vidas dos Outros” na categoria de Melhor Filme Estrangeiro. Assim, o premiado filme europeu do ano sobre as investigações da polícia politica no tempo da RDA bateu a fantasia de Guilllermo Del Toro, que ganhou os seus prémios nas categorias mais técnicas.

 

Outra surpresa foi a derrota de “Carros” ao ser premiada “Happy Feet”, uma história de pinguins cantores e com outros dons, com uma mensagem ecológica muito forte bem integrada na musicalidade do filme. Esta mensagem também foi vinculada pelo documentário vencedor: “Uma Verdade Inconveniente”.

 

Um dos momentos altos da noite, foi a entrega do Óscar honorário a Ennio Morricone, “mestre” compositor italiano que já compôs mais de 500 bandas sonoras para filmes. Justo, e mais que merecido este prémio a um grande compositor, talvez ao lado de John Williams, que ainda não havia sido premiado.

De resto normalidade quase total, com os favoritos a vencerem. Foi assim a distribuição dos Oscars:

 

 

Filme: “The Departed – Entre Inimigos”

Realizador: Martin Scorsese (“The Departed – Entre Inimigos”)

Actor Principal: Forest Whitaker (“The Last King Of Scotland – O Último Rei da Escócia”)

Actriz Principal: Helen Mirren (“A Rainha”)

Actor Secundário: Alan Arkin (“Little Miss Sunshine – Uma Família à Beira de Um Ataque de Nervos”)

Actriz Secundária: Jennifer Hudson (“Dreamgirls”)

Argumento Original: “Little Miss Sunshine – Uma Família à Beira de Um Ataque de Nervos”

Argumento Adaptado: “The Departed – Entre Inimigos”

Animação: “Happy Feet”

Filme Estrangeiro: “Das Leben Der Anderen - As Vidas dos Outros” (Alemanha)

Fotografia: “O Labirinto do Fauno”

Montagem: “The Departed – Entre Inimigos”

Direcção Artística: “O Labirinto do Fauno”

Guarda-Roupa: “Marie Antoinette”

Banda Sonora Original: Gustavo Santaolalla (“Babel”)
Canção Original: “I Need to Wake Up” (“An Inconvenient Truth – Uma Verdade Inconveniente”)

Caracterização: “O Labirinto do Fauno”

Som: “Dreamgirls”

Efeitos Sonoros: “Letters From Iwo Jima”

Efeitos Visuais: “Piratas das Caraíbas: O Cofre do Homem Morto”

Documentário Longa Metragem: “An Inconvenient Truth – Uma Verdade Inconveniente”

Documentário Curta Metragem: “The Blood of Yingzhou District”

Curta Metragem de Animação: “The Danish Poet”

Curta Metragem de Ficção: West Bank Story”

 

Seria muito interessante poder ver em Portugal a curta metragem de ficção vencedora. “West Bank Story” é um musical com uma história entre israelistas e palestenianos, sobre a paz e a esperança. A ver concerteza, ainda mais quando foi realizado nos Estados Unidos.

 

Assim, nas contas finais tivemos a seguinte distribuição

 

4 Oscars:

“The Departed – Entre Inimigos”

3 Oscars :

“O Labirinto do Fauno” (grande vitória para este filme mexicano, mesmo derrotado como Filme Estrangeiro)

2 Oscars: 

“Little Miss Sunshine – Uma Família à Beira de Um Ataque de Nervos”

“Dreamgirls                

“Uma Verdade Inconveniente”

1 Oscar:

“O Último Rei da Escócia”

“A Rainha”

“Happy Feet”

“As Vidas dos Outros”

“Babel”

“Marie Antoinette”

“Cartas de Iwo Jima ”

 “Piratas das Caraíbas : O Cofre do Homem Morto”

 

 Bom inicio de semana!

 

publicado por docasnasasasdodesejo às 05:32
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 25 de Fevereiro de 2007

É já daqui a pouco... Mas aqui fica a lista total dos nomeados aos OSCARS do cinema de 2006

 

 

Faltam poucas horas para a grande cerimónia de entrega dos Oscars! Hoje além da apresentação de Ellen DeGeneres, do muito glamour, e dos belos vestidos, teremos em palco muitos grandes actores, como Jack Nicholson, Meryl Streep, Catherine Deneuve, Clive Owen, Helen Mirren, Greg Kinnear, Reese Witherspoon, Gael Garcia Bernal, Emily Blunt, Leonardo DiCaprio, Jennifer Lopez, Nicole Kidman, Hugh Jackman, Diane Keaton, Jodie Foster, Daniel Craig, Penélope Cruz, Tom Cruise e o não actor Al Gore que poderá ver o documentário que divulgou mundo fora, "Uma Verdade Inconveniente", levar também um Oscar. 

Mas o importante mesmo é desvendar os nomes que se escondem nas estatuetas deste ano, e para fazerem também as vossas projecções deixo-vos aqui a lista de todos os nomeados:

 

Melhor Filme

“Babel”

“Letters From Iwo Jima - Cartas de Iwo Jima”

“The Departed – Entre Inimigos”

“Little Miss Sunshine – Uma Família à Beira de Um Ataque de Nervos”

“The Queen - A Rainha”

 

Melhor Realização

Alejandro Gonzales Iñarritu (“Babel”)

Clint Eastwood (“Cartas de Iwo Jima”)

Martin Scorsese (“The Departed – Entre Inimigos”)

Stephen Frears (“A Rainha”)

Paul Greengrass (“United 93 - Voo 93”)

 

Melhor Actor Principal

Leonardo DiCaprio (“Blood Diamond - Diamante de Sangue”)

Ryan Gosling (“Half Nelson – Encurralados”)

Peter O’Toole (“Vénus”)

Will Smith (“ The Pursuit of Happyness - Em Busca da Felicidade”)

Forest Whitaker (“The Last King of Scotland - O Último Rei da Escócia”)

 

Melhor Actriz Principal

Penélope Cruz (“Volver – Voltar”)

Judi Dench (“Notes On a Scandal – Diário de Um Escândalo”)

Helen Mirren (“A Rainha”)

Meryl Streep (“Devil Wears Prada - O Diabo Veste Prada”

Kate Winslet (“Little Children – Pecados Íntimos”)

 

Melhor Actor Secundário

Alan Arkin (“Uma Família à Beira de Um Ataque de Nervos”)

Jackie Earle Haley (“Pecados Íntimos”)

Djimon Hounsou (“Diamante de Sangue”)

Eddie Murphy (“Dreamgirls”)

Mark Wahlberg (“Entre Inimigos”)

 
Melhor Actriz Secundária

Adriana Barraza (“Babel”)

Cate Blanchett (“Diário de Um Escândalo”)

Abigail Breslin (“Uma Família à Beira de Um Ataque de Nervos”)
Jennifer  Hudson (“Dreamgirls”)

Rinko Kikuchi  (“Babel”)

 

Melhor Argumento Original

“Babel”

“Cartas de Iwo Jima”

“Uma Família à Beira de Um Ataque de Nervos”

“O Labirinto do Fauno”

“A Rainha”

 

 Melhor Argumento Adaptado

“Borat”

“Children of Men - Os Filhos do Homem”

“Entre Inimigos”

“Pecados Íntimos”

“Diário de Um Escândalo”

 

Melhor Filme de Animação

“Cars - Carros”

“Happy Feet”

“Monster House – A Casa Fantasma”

 

Melhor Filme Estrangeiro

“Efter Brylluppet -After the Wedding” de Susanne Bier (Dinamarca)

“Indigènes – Days Of Glory” de Rachid Bouchareb (Argélia)

“El Laberinto Del Fauno - O Labirinto do Fauno” de Guillermo Del Toro (México)

“Das Leben Der Anderen – As Vidas dos Outros” de Florian Henckel  Von Donnersmarck (Alemanha)

“Water – Água” de Deepa Mehta (Canadá)

 

Melhor Direcção Artística

”Dreamgirls”

“The Good Shepherd – O Bom Alemão”

“O Labirinto do Fauno”

“Piratas das Caraíbas: O Cofre do Homem Morto”

“The Prestige – O Terceiro Passo”

  

Melhor Fotografia

“The Black Dahlia - A Dália Negra”

“Os Filhos do Homem”

“O Ilusionista ”

“O Labirinto do Fauno”

“O Terceiro Passo”

 

Melhor Montagem

“Babel”

“Diamante de Sangue”

“Os Filhos do Homem”

“Entre Inimigos”

“Voo 93”

 

Melhor Guarda-Roupa

“Curse of The Golden Flower – A Maldição da Flor Dourada”

“O Diabo Veste Prada”

“Dreamgirls”

“Marie Antoinette”

“A Rainha”

 

Melhor Banda Sonora Original

“Babel”

“O Bom Alemão”

“Diário de Um Escândalo”

“O Labirinto do Fauno”

 “A Rainha”

 

Melhor Canção Original

“I Need To Wake Up” – (“Uma Verdade Inconveniente”)

“Listen” – (“Dreamgirls”)

“Love You I Do” – (“Dreamgirls”)

“Our Town” – (“Carros”)

“Patience” – (“Dreamgirls”)

  

Melhor Caracterização

“Apocalypto”

“Click”

 “O Labirinto do Fauno”

  

Melhor Efeitos Sonoros

“Apocalypto”

“Diamante de Sangue”

“Flags of Our Fathers – As Bandeiras dos Nossos Pais”

“Cartas de Iwo Jima”

“Piratas das Caraíbas: O Cofre do Homem Morto”

 

Melhor Som

“Apocalypto”

“Diamante de Sangue”

“Dreamgirls”

“Flags of Our Fathers – As Bandeiras dos Nossos Pais”

“Piratas das Caraíbas: O Cofre do Homem Morto”

 

Melhor Efeitos Visuais

“Piratas das Caraíbas: O Cofre do Homem Morto”

“Poseidon”

“Super Homem: O Regresso”

 

Melhor Documentário (Longa Metragem)

“Deliver Us From Evil”

“Iraq in Fragments”

“Jesus Camp”

“My Country, My Country”

“Uma Verdade Inconveniente”

 

Melhor Documentário (Curta Metragem)

“The Blood of Yingzhou District”

“Recycled Life”

“Rehearsing a Dream”

“Two Hands: The Leon Fleisher Story”

 

Melhor Curta Metragem de Animação

“The Danish Poet”

“Lifted”

“The Little Matchgirl”

“Maestro”

“No Time For Nuts”

 

Melhor Curta Metragem de Ficção

“Bynta Y La Gran Idea”

“Éramos Pocos”

“Helmer & Son”

“The Saviour”

“West Bank Story”

 

 

 

 

publicado por docasnasasasdodesejo às 21:55
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Razzies - Os piores do ano do cinema

 

 

   

 

Olá amigos, quero deixar-vos aqui só uma pequena informação para descontrairmos antes dos Oscars.

Ontem foram entregues os prémios "Razzies" aos piores filmes do ano, e, em minha opinião cometeu-se uma grande injustiça. O realizador eleito como o pior do ano foi M. Night Shyamalan, por "A Senhora da Água". Mesmo não sendo a sua melhor obra, após "O Sexto Sentido", "O Protegido" e "Sinais", este é mais um filme de um homem que arrisca na fantasia e nos sonhos. E olhando à quantidade infinita de filmes para esquecer ao longo do ano, enfim...acho que implicaram com o homem. Entretanto "Instinto Fatal 2" acumulou com os prémios de Pior Filme (sinceramente algo merecido), Pior Actriz (que pena ver a grande Sharon Stone arrastar-se por este filme), Pior Argumento (havia mesmo?) e Pior Sequela!  "A Senhora da Água" recebeu ainda o prémio para pior actor secundário, mais uma vez para M. Night Shyamalan (digam lá que não é implicação...) e o "Minorca" levou os prémios de Pior Actor (Marlon Wayans e Shawn Wayans), Pior Dupla e Pior Remake.

Mas ok, se calhar isto não é importante...mas Shyamalan não merecia isto...

 

publicado por docasnasasasdodesejo às 21:40
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

And the Oscar goes to... (IV)

 

79th Poster

 

   

Olá amigos, espero que o fim de semana esteja a correr pelo melhor!

Em plena recta final na contagem decrescente para a cerimónia de atribuição dos Oscars, vou expor as minhas previsões para as principais categorias.

Entre os actores, temos duas estreias, ambos a fazerem interpretações fabulosas e a serem a alma do filme em que entram. São eles Ryan Gosling por “Half Nelson -Acorrentados”, num papel de um professor alcoólico e toxicodependente que vê-se na obrigação de ser mentor e referência para uma adolescente, e Forest Whitaker por “O Último Rei da Escócia”, na figura do ditador do Ruanda – Idi Amin. Will Smith obteve a sua segunda nomeação, desta vez por “Em Busca da Felicidade” no papel de um pai desempregado na luta pela sua segurança e do seu filho. Leonardo Di Caprio é pela terceira vez nomeado, por “Diamante de Sangue” num papel duro de traficante de diamantes na Serra Leoa. E por último, na sua oitava nomeação, está Peter O’ Toole, por “Vénus” em que representa um velho actor que estabelece uma relação especial com a sobrinha dum seu amigo. Nenhum destes actores já venceu, e apesar de Peter O’Toole parecer merecer há muito o Oscar, e como Leonardo DiCaprio não viu o seu brilhante desempenho de “Entre Inimigos” ser nomeado, o favorito parece ser Forest Whitaker.

Entre as actrizes, temos três grandes senhoras do cinema e duas jovens actrizes. Mas nesta categoria só um terramoto poderá retirar o Oscar a Helen Mirren, brilhante como rainha Isabel II de Inglaterra. Na sua terceira nomeação deverá prosseguir a colecção de troféus deste ano, e levar pela primeira vez o Oscar. Está muito bem acompanhada por Meryl Streep, que tornou-se a actriz mais nomeada de sempre, 14 vezes (!), pelo papel de editora de uma revista de moda em “O Diabo Veste Prada”, onde é mais uma vez brilhante, e numa comédia, género pouco comum. Meryl já venceu como Actriz Secundária em “Kramer Contra Kramer” (1979) e como Actriz Principal em “A Escolha de Sofia” (1982). Judi Dench, outra “lady” britânica, tem a sua quinta nomeação por “Diário de Um Escândalo” como uma professora que vê a sua colega, por quem tem uma grande amizade, entrar numa relação proibida, e já venceu como Actriz Secundária por “Shakespeare in Love”(1998). As mais jovens são Kate Winslet, por “Pecados Íntimos”, onde é uma mulher descontente que tem um “affair” com um vizinho, em que obtém a sua quinta nomeação, apesar da sua juventude (embora nunca tenha vencido) e Penélope Cruz, na única nomeação de “Volver”. A actriz espanhola é pela primeira vez noemada no papel de uma vigorosa mulher, Raimunda, que vê a sua vida agitada por acontecimentos anormais. Mas “A Rainha” deverá sem surpresas levar o prémio.

Chegados à categoria de Melhor Realizador, temos uma das mais ansiadas da noite. Aqui espera-se que um dos mestres do cinema americano, Martin Scorsese, seja finalmente premiado. Na sua oitava nomeação (sexta como realizador) pelo filme de maior sucesso da sua carreira, “The Departed – Entre Inimigos”, remake de um filme de Hong Kong, “Internal Affairs”, Scorsese é mais uma vez excelente e desta vez parece agradar a todos com um retrato de infiltrados na polícia e no crime. Tem como rival o veterano Clint Eastwood, cada vez melhor, num ano em que realizou um díptico e foi nomeado pela “face” japonesa do conflito, “Cartas de Iwo Jima”. Nos últimos anos sempre brilhante, Eastwood já venceu com “Imperdoável” (1992) e “Million Dollar Baby” (2004). Stephen Frears obtém a sua segunda nomeação (após a derrota de “Anatomia do Golpe” em 1990) com o retrato da rainha Isabel II nos dias após a morte da Princesa Diana. O mexicano Alejandro Gonzales Iñarritu estreia-se nas nomeações com o filme que provoca uma séria reflexão sobre o mundo em que vivemos, “Babel” e o outsider é Paul Greengrass com o filme “Voo 93”, retrato do que se passou no voo que no dia 11 de Setembro conseguiu ser desviado pelos passageiros. Scorsese é favorito!

Por fim, Melhor Filme. É importante destacar que, pela primeira vez, o filme mais nomeado, “Dreamgirls”, não obtém nomeação para melhor filme. E estão nomeados cinco grandes filmes: “Babel” de Alejandro Gonzales Iñarritu, “The Departed – Entre Inimigos” de Martin Scorsese, “Cartas de Iwo Jima” de Clint Eastwood, “Little Miss Sunshine – Uma Família à Beira de Um Ataque de Nervos” de Jonathan Dayton & Valerie Faris e “A Rainha” de Stephen Frears. Existem à partida três maiores candidatos: o filme de Scorsese, brilhante no mundo do crime, que uniu público e crítica, “Babel” porque é na verdade um poderoso retrato do mundo da globalização e “Uma Família à Beira de Um Ataque de Nervos”, filme simples, comédia que não deixa ninguém indiferente no retrato de uma família disfuncional e de quem é impossível deixar de gostar!

 

Assim as minhas previsões são:

Filme : “Babel” ou “Uma Família à Beira de Um Ataque de Nervos”

Realizador. Martin Scorsese (“The Departed”- “Entre Inimigos”)

Actor: Forest Whitaker (“O Último Rei da Escócia”)

Actriz: Helen Mirren (“A Rainha”)

Actor Secundário: Eddie Murphy (“Dreamgirls”)

Actriz Secundária: Jennifer Hudson (“Dreamgirls”)

Argumento Original: “Uma Família à Beira de Um Ataque de Nervos”

Argumento Adaptado: “The Departed”

Animação: “Carros”

Filme Estrangeiro: “O Labirinto do Fauno”

Fotografia: “Os Filhos do Homem”

Montagem: “Voo 93”

Direcção Artística: “O Labirinto do Fauno”

Guarda-Roupa: “Marie Antoinette” ou “O Diabo Veste Prada”

Banda Sonora: “Babel”

Canção Original: “Dreamgirls”

Caracterização: “O Labirinto do Fauno”

Som: “Apocalypto”

Efeitos Sonoros: “Apocalypto”

Efeitos Visuais: “Os Piratas das Caraíbas: O Cofre do Homem Morto”

 

 

 Bom cinema! Façam o favor de ser felizes!

publicado por docasnasasasdodesejo às 00:13
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Taken - Busca Implacável

. Vemo-nos

. Family Guy

. 7 Maravilhas de origem po...

. Top CINEMA 2010

. O filme desilusão do ano ...

. Um novo dia!

. Novas formas de cativar e...

. E Madaíl porque não saiu ...

. O som para uma boa semana

.arquivos

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Contador

Casino Europa
video poker casinos

.subscrever feeds