Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008

O Assassínio de Jesse James...

 

 

 

Olá amigos!
Aí está o filme com o título mais longo que conheço, ou que me recorde:

"O Assassínio de Jesse James pelo Cobarde Robert Ford".

Muitas histórias foram escritas sobre um dos mais famosos bandidos americanos: o lendário Jesse James (aqui desempenhado por Brad Pitt). Em 1881, Jesse tem 34 anos. Enquanto planeia o seu próximo assalto, o bandido continua a fazer frente aos inimigos que cobiçam, não só a recompensa pela sua captura, mas também a glória de o terem vencido. Mas a maior ameaça pode estar no seio do seu grupo de aliados.
Jesse pode não passar de um criminoso para aqueles que roubou e para as famílias dos que assassinou, mas ao mesmo tempo o bandido é também alvo de admiração: uma espécie de "Robin dos Bosques" que assaltava bancos e proprietários dos caminhos-de-ferro que exploravam os pobres agricultores; um soldado injustiçado que se vingava de quem lhe tinha destruído a vida, um espírito livre. Entre os seus admiradores estava Robert Ford (Casey Affleck), um jovem que sonhava com o dia em que cavalgaria ao lado do seu ídolo.
Quem terá sido realmente Jesse James? E quem foi Robert Ford, este jovem que, com apenas 19 anos, se tornou no cobarde que alvejou Jesse pelas costas, abatendo a lenda que dez estados não tinham conseguido capturar. O que terá acontecido nas horas que antecederam o tiroteio? Será que algum dia se saberá toda a verdade?  Esta é a história deste filme.

Aviso desde já que é um filme longo, mas que merece toda a atenção, pela construção notável das personagens, em especial de Jesse James e Robert Ford. O fascínio de Ford pelo seu herói é construído minuto a minuto, e cedo Jesse James afirma: "tu não queres ser como eu, tu queres ser eu!". Mas ao mesmo tempo esse fascínio é quase que uma paixão, e o herói também nutre um carinho especial pelo jovem pois mesmo sentindo o perigo, jamais o afasta.

Brad Pitt constrói um excelente Jesse James, mas as atenções acabam por recair em Casey Affleck, brilhante como Robert Ford, num jeito envergonhado, contido, mas poderoso, a trazer consigo uma aura de tragédia que continuamente estamos à espera que ocorra.  Com grande justiça, este foi nomeado para o Oscar de Melhor Actor Secundário. Este filme obteve ainda outra nomeação para melhor fotografia (fantástica).

Destaque também para a banda sonora.

A ver! Bom cinema!

Façam o favor de ser felizes e de fazer alguém feliz!

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por docasnasasasdodesejo às 00:05
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Taken - Busca Implacável

. Vemo-nos

. Family Guy

. 7 Maravilhas de origem po...

. Top CINEMA 2010

. O filme desilusão do ano ...

. Um novo dia!

. Novas formas de cativar e...

. E Madaíl porque não saiu ...

. O som para uma boa semana

.arquivos

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Contador

Casino Europa
video poker casinos

.subscrever feeds